LEGENDA


Ó Portugal, terra adorada
Onde em pequeno brinquei,
Na tua História me encanto
Para aprender o que sei.
Mesmo que fosses pequena
E eu te visse pobre ou nua,
Ninguém ama a sua Pátria por ser grande,
Mas sim por ser sua.

António Boto
Este poema de António Boto é dedicado à Rita

Beliebte Posts