DIA DA MAE

À minha "trovoada de Maio"

Como todos os anos atrás esqueci, ou melhor, confundi as datas dos dois "Dia da Mae", a daí e a daqui. E todos os anos te zangavas. Ou recebias o meu telefonema uma semana mais cedo ou uma semana mais tarde. Este ano soube a data certa através de um blogue amigo. Que pena, nao ter tido internete todos esses anos.
Lembras-te do livro que te ofereci no "Dia da Mae"? Antigamente era a 8 de Dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceicao. Nele escreves-te: "Este livro ofereceu-mo a minha filha, no dia da Mae, em 8/12".
Aqui vai um poema desse livro, nao é o meu preferido, mas o mais adequado para o dia de hoje.

HISTÓRIA

"Era uma vez ..."
Pois era ...
História mais bonita nao sei eu!
Ouvi-a de minha mae,
E já a avòzinha dissera
Que à sua a ouvira também ...

Era uma vez
Um anjo, um príncipe, uma borboleta,
Uma lágrima discreta
Cristalizada em dor, no mar duns olhos!

"Era uma vez ..."
Pois era ...
Mais antiga do que o mundo,
Ou antes, do que o primeiro regaco,
E as aves sulcando o espaco ...

Era uma vez
Um verme mau, repelente,
Que seduzia as rosas do jardim
E as desfolhava criminosamente!...

"Era uma vez"
Pois era ...
E brotam as palavras de mistério
Nesse lento salmear
Que a gente antegoza e espera
Das toadas de embalar ...

Era uma vez
O desejo de voo numa asa
Que achava o sol pequeno em sua brasa
E se queimou ... na chama duma vela!...

"Era uma vez ..."
Pois era ...
Comeca assim
A eterna história ...

Helena Lousada

Beliebte Posts