Travessia de Verão de Truman Capote

"Grady nunca passara o Verão em Nova Iorque, e por isso nunca conhecera uma noite como aquela. O tempo quente abre o crânio a uma cidade, mostrando o cérebro branco, e o coração cheio de nervos, que crepitam como os fios no interior de uma lâmpada. E emana um cheiro acre e sobre-humano que faz com que as próprias pedras pareçam de carne viva, ligadas e a pulsar. Não era que Grady não estivesse familiarizada com o desespero acelerado que uma cidade pode produzir, pois já vira todos os seus componentes na Broadway. Só que aí fora algo a que assistira como espectadora, e na qual não tomara parte. Mas, agora, não havia saída possível: ela mesma era um dos participantes."
Tavessia de Verão, pág. 74

Travessia de Verão é uma obra póstuma e inédita de Truman Capote. Em 1943 começou a escrever esta história de amor entre Grady McNeil, filha debutante do magnata Lamont McNeil, e o judeu nativo de Brooklyn, Clyde Manzer, filho de um sargento da polícia, e que trabalha como vigilante de um parque de estacionamento.
As diferenças de classe anunciam desde logo problemas que irão afectar para sempre a vida de ambos.
Este tesouro, perdido e reencontrado decorre logo a seguir à Segunda Guerra Mindial, durante todo um Verão em Nova York.
Claro que, este romance precoce de Capote ainda nao possuí a maturidade de Outras Vozes, Outros Quartos, uma das primeiras obras em que ele escreve sobre o tema da homossexualidade. Para não falar de A Sangue-Frio, considerado a sua obra-prima.
Norman Mailer disse que Truman Capote era o escritor mais perfeito da sua geração. Concordo absolutamente! Para mim , Capote, é um dos maiores escritores americanos do século XX.



Beliebte Posts